Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Prefeitura de Canoas aplica mais uma medida para reduzir despesas

A Prefeitura de Canoas colocou em prática, hoje, uma das 13 medidas do Programa de Economia e Resolutividade (Proecor), anunciadas em outubro, com o objetivo de reduzir despesas na gestão municipal. Em razão do agravamento da crise, 50 servidores que ocupam Cargos de Comissão serão exonerados até o final de dezembro.
"Tínhamos a esperança de que a crise fosse amenizada e que pudéssemos reverter essa decisão. No entanto, diante do agravamento da crise econômica e da redução ainda maior de receita em outubro e novembro, quando ocorreu perda nominal de arrecadação, fato sem precedente em nossa história, sou obrigado a implantar essa medida extrema", explicou o prefeito Jairo Jorge.
O prefeito lamentou ter tomado essa decisão, especialmente neste período de festas, e por perder a força de trabalho dos servidores dispensados nas equipes. Por meio de carta, ele agradeceu pelo empenho e dedicação de todos. Pediu também desculpas por não conseguir conversar pessoalmente com cada um, devido à urgência da ação.

Proecor :

No início de janeiro de 2015, a Administração Municipal constituiu o Gabinete de Metas, com o objetivo de formular medidas para reduzir despesas. Em 18 de fevereiro, foi lançada a primeira edição do Proecor, com 20 medidas. A meta era de reduzir R$ 100 milhões nas despesas.
Diante do agravamento da crise, em outubro foi lançada a segunda edição, com 13 medidas, entre elas a redução do salário do prefeito em 10%, durante três meses, corte de custos com pagamentos de horas extras e locação de veículos e suspensão de viagens por um período de três meses. Ate o momento, as medidas geraram uma economia de R$ 70 milhões.
De janeiro a outubro, a Prefeitura de Canoas acumulou perdas de R$ 80 milhões nas receitas, somando arrecadação e repasses dos governos estadual e federal.

Fonte: Tais Dal Ri e Eloá da Rosa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Projeto resgata importância da cultura africana no RS

O Alabê Ôni  - grupo de músicos pesquisadores de percussão e manifestações de raiz africana do Rio Grande do Sul - lançou oficialmente on...