Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Morreu 66 dias após o esposo Paulo Brossard

Morreu ontem, em Porto Alegre, no Hospital Moinhos de Vento, dona Lucia Brossard, aos 89 anos. Ela era esposa de Paulo Brossard, ex-senador da República, ministro da Justiça e do Supremo Tribunal Federal. Ela morreu exatos 66 dias após a morte de seu marido. Dona Lucia e Paulo se conheceram na sala de aula na antiga Faculdade de Direito de Porto Alegre, hoje da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Ela era filha de Protásio Alves, que dá seu nome à avenida que atravessa o bairro de Petrópolis, em Porto Alegre, onde ela morava. Protásio Alves foi destacado político do antigo Partido Republicano Rio-grandense. Por sua vontade, ela  foi enterrada ao lado do túmulo de seus pais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SSP recebe 22 viaturas da prefeitura de Canoas

O governador José Ivo Sartori assinou, hoje, convênio entre a Secretaria da Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP-RS) e a prefeitur...