Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Metroviários fazem assembleia para definir o fim da greve

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviárias e Conexas do Rio Grande do Sul (Sindimetrô) realizam assembleia  neste momento para definir os rumos da greve da categoria, que já completa sete dias.
A decisão veio depois de uma audiência de conciliação realizada no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), na capital, com a participação de dirigentes da Trensurb. A empresa acredita que os trabalhadores deverão decidir pelo fim da greve já nesta sexta-feira, visto que a proposta defendida na audiência foi aceita pelos representantes do Sindimetrô.
O primeiro ponto discutido na audiência de conciliação - realizada após a Trensurb ajuizar uma ação judicial por considerar a greve abusiva - foi a compensação do aumento do desconto em folha referente ao plano de saúde dos metroviários. A empresa propôs a antecipação do reajuste salarial de 1,5% para 1º de janeiro de 2014 para quem tem salário-base de até R$ 4 mil, a ser compensada na data-base da categoria.


Após, os representantes da Trensurb e do Sindimetrô discutiram a readequação da coparticipação dos trabalhadores no plano de saúde, que está no centro da polêmica. Os sindicalistas aprovaram a sugestão da empresa, que fixa em R$ 90,00 o desconto para quem recebe até R$ 2 mil; em R$ 123,35 para quem recebe de R$ 2 mil a R$ 3,5 mil; em R$ 169,06 para quem ganha de R$ 3,5 mil a R$ 6 mil e em R$ 231,71 para os que recebem acima de R$ 6 mil por mês, sem considerar ganhos variáveis como horas-extras.
Ficou definido que a readequação dos valores será válida até o encerramento do contrato com a atual operadora do plano de saúde dos metroviários, uma vez que a Trensurb já está licitando novo prestador do serviço. A proposta foi aprovada pelos dirigentes sindicais, que comprometeram-se em levá-la para discussão em assembleia ainda nesta quinta-feira. A Trensurb deixa claro que mantém a proposta caso o serviço seja normalizado já amanhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SSP recebe 22 viaturas da prefeitura de Canoas

O governador José Ivo Sartori assinou, hoje, convênio entre a Secretaria da Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP-RS) e a prefeitur...