Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

John Deere celebra 100 anos da soja no Brasil com livro comemorativo especial‏

A soja atualmente é a mais importante cultura produzida nas terras nacionais, com safras que batem recordes ano a ano e auxiliam o agronegócio a responder por quase 25% do PIB brasileiro. Para comemorar um século da cultura, a John Deere lança em novembro o livro A marcha do grão de ouro – soja: a cultura que mudou o Brasil. A publicação tem texto do escritor e historiador Nei Duclós e conta com apoio técnico e científico da Embrapa, além de suporte da Fundação John Deere.
A obra, com 144 páginas e produzida pela Editora Expressão, é uma análise profunda sobre a influência da soja na vida dos brasileiros, que compreender desde os constantes recordes agrícolas até mudanças dos hábitos de consumo na mesa dos brasileiros.
 Paulo Herrmann, presidente da John Deere Brasil, louva a iniciativa em contar, por meio de dados embasados em estudos científicos e jornalísticos, a saga da soja desde a chegada no Brasil até atingir o atual status de grão de ouro. Conforme escreveu o executivo na apresentação do livro, imigrantes, agricultores, pesquisadores, políticos, industriais, comerciantes, regiões e entidades científicas estão agrupados ao redor desta trajetória de sucesso.
 “O crescimento e desenvolvimento da soja, principalmente nas últimas décadas, é um dos melhores exemplos da vocação agrícola do Brasil e de como os agricultores estão atendendo ao chamado de alimentar a população mundial”, diz Herrmann.
 Com abordagens diversas, o livro A marcha do grão de ouro – soja utiliza uma multiplicidade de fontes para levar ao leitor, por meio de enfoques diferenciados, a riqueza histórica da planta. Paulo Herrmann comenta que a edição comemorativa representa o esforço do homem do campo em incrementar seu desempenho, um trabalho que perdura por gerações.
 “O livro narra como o País é capaz de reunir forças e estratégias em torno de um único objetivo: produzir mais e com qualidade”, completa Paulo Herrmann.
 O livro mostra como a trajetória da oleaginosa, iniciada com imigrantes gaúchos, beneficiou-se de pesquisas, políticas públicas e tecnologia para crescer a ponto de se tornar a principal commodity agrícola do Brasil, com plantações que ocupam atualmente mais de 30 milhões de hectares. Para 2015, a estimativa é de colheita recorde, com 93 milhões de toneladas colhidas.    
 “A história da planta mágica e de desbravadores, muitos dos quais anônimos, está registrada de forma vívida e instigante nesse memorável livro”, prefaciou o presidente da Embrapa, Maurício Antônio Lopes.
 A publicação A marcha do grão de ouro – soja: a cultura que mudou o Brasil tem tiragem de três mil exemplares, com um acabamento de luxo e capa dura. O projeto foi realizado por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura.
Para adquirir um exemplar, o leitor deverá acessar o site http://www.expressao.com.br/


 Fonte:CDI Comunicação Corporativa/Lenita Aquilino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Edição histórica de 45 anos do Festival começa hoje

A partir das 17h, a edição histórica do 45º Festival de Cinema de Gramado estará oficialmente aberta. A cerimônia de abertura acontece na...