Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Campanhas de vacinação contra a pólio e o sarampo prorrogadas

As campanhas de vacinação infantil contra a poliomelite e o sarampo foram prorrogadas por mais duas semanas, seguindo até o dia 12 de dezembro. Inicialmente elas ocorreriam até hoje, mas foram estendidas com o objetivo de alcançar 95% de cobertura da população. Em Canoas, as doses estão disponíveis nas 26 unidades básicas de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
A vacinação contra a poliomielite - responsável pela paralisia infantil - tem como alvo crianças de seis meses até menores de cinco anos. A meta é vacinar, pelo menos, 95% dessa população, o que representa 19.695 crianças em Canoas.

Já a vacina tríplice viral, destinada à vacinação contra sarampo, caxumba e rubéola, é aplicada em crianças de um ano a menores de cinco anos. A meta também é atingir 95% desse público - em Canoas, esse número representa 17.360 crianças.

Até ontem , em Canoas, foram vacinadas 16.434 crianças contra a poliomielite, o que representa 79,27% do universo do público alvo. Em relação ao sarampo, foram aplicadas 14.297 doses, atingindo 78,23% do público alvo. No Rio Grande do Sul, 74,5% e 72,9% das crianças já foram vacinadas para a pólio e sarampo respectivamente. Isso representa cerca de 830 mil doses já aplicadas no Estado até o momento.
A Secretaria Municipal de Saúde recomenda aos pais e responsáveis que levem junto a caderneta de vacinação, para que a avaliação das doses de rotina seja realizada. A secretaria também pede que os casos nos quais as crianças tenham alergia ao leite de vaca para que esse fato seja informado aos profissionais de saúde.
O calendário de rotina para a vacinação contra a pólio prevê as três doses no primeiro ano de vida (aos 2, 4 e 6 meses), com o complemento de dois reforços aos quinze meses e quatro anos de idade. Já a proteção contra o sarampo dá-se através da aplicação da vacina tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba), aos 12 meses, seguida da tetra viral aos 15 meses, que além das outras três doenças também previne a varicela (também conhecida como catapora).

Fonte: Luiz Roese Secom/PMC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Morre a atriz Eva Todor

Morreu hoje decorrente de uma pneumonia aos 98 anos a atriz Eva Todor. O velório ocorre amanhã das 9 às 11 h no Teatro Municipal do Rio d...