Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Rede de Proteção define estratégia às denúncias recebidas em Canoas

Os encaminhamentos das demandas enviadas ao Município, pela Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (Disque 100) foi discutida em reunião com representantes da Coordenadoria Municipal da Pessoa com Deficiência (COOMPED), Secretaria Municipal de Segurança Pública e Cidadania (SMSPC), Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Brigada Militar e 3ª Delegacia de Polícia de Canoas, definindo que a COOMPED examinará denúncias e utilizará, de forma integrada, as redes de proteção existentes no município. O encontro ocorreu ontem na SMSPC .
A reunião, um pedido da coordenadora da COOMPED, Rafaela Zappas, teve a finalidade de formar um grupo de trabalho, com todos os setores responsáveis, para dar mais agilidade aos casos recebidos pelo Disque 100, criando em conjunto as soluções para as denúncias. Segundo Rafaela, a proposta é que outras coordenadorias e secretarias participem deste núcleo, proporcionando um melhor atendimento à população canoense.
Participaram da reunião a secretária adjunta da SMSPC, Cássia Lopes, o diretor Geral da Guarda Municipal, Luiz Carlos Bortolli, a diretora de Políticas de Segurança e Informação da SMSPC, Telassim Lewandowski, assessor da Direção de Saúde Mental da SMS, Eugênio Ávila, os assessores da COOMPED, Tarcísio Cardoso, o diretor da COOMPED, Alexsandro Braga, o Primeiro Tenente do 15º BPM, Ronaldo Norberto Fernandes, o Major Comandante da 15º BPM, Daniel Duarte Machado, e o inspetor da 3ª DP, Moisés Prates. 

Ouvidoria Disque 100

É um serviço de utilidade pública da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), vinculado à Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, destinado a receber demandas relativas a violações de Direitos Humanos, em especial as que atingem populações com vulnerabilidade acrescida, como: Crianças e Adolescentes, Pessoas Idosas, Pessoas com Deficiência, LGBT, Pessoas em Situação de Rua e outros, como quilombolas, ciganos, índios, pessoas em privação de liberdade.
O serviço inclui ainda a disseminação de informações sobre direitos humanos e orientações acerca de ações, programas, campanhas e de serviços de atendimento, proteção, defesa e responsabilização em Direitos Humanos disponíveis no âmbito Federal, Estadual e Municipal.
Fonte:Secom/PMC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Morre a atriz Eva Todor

Morreu hoje decorrente de uma pneumonia aos 98 anos a atriz Eva Todor. O velório ocorre amanhã das 9 às 11 h no Teatro Municipal do Rio d...