Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

PM que matou policial civil em Alvorada estava de folga

O policial militar que disparou a arma que matou o policial civil Marcos Kaefer, 43 anos, durante a madrugada de ontem , em Alvorada, não estava trabalhando, segundo a Brigada Militar.
No começo da madrugada de ontem, quatro agentes da Polícia Civil investigavam um homicídio na Vila Nova Dique, zona norte de Porto Alegre, quando foram alertados pelos dois policiais militares que o possível autor do crime estava ferido no Hospital de Alvorada.
No local, um dos PMs teria discutido com um dos familiares do homem internado. Exaltado, tentou dar uma coronhada em um deles, quando a arma disparou, atingindo o policial civil nas costas.
O homem, que trabalha no Presídio Central, e o colega que o acompanhava, estavam em horário de folga quando ocorreu o incidente que levou o PM a balear Kaefer. A arma que efetuou o disparo, uma 9 milímetros, não é de uso da Brigada Militar.
— Sabemos que é uma arma particular, mas não sabemos ainda se ele tem autorização para utilizá-la — disse o titular da Delegacia de Homicídios de Alvorada, Maurício Barison Barcellos.
O policial militar que disparou a arma fugiu do local, mas se apresentou na tarde de domingo na 1ª Delegacia da Polícia de Alvorada para prestar depoimento. Segundo informações divulgadas pela assessoria de imprensa da Brigada Militar, o homem morto na Vila Nova Dique seria conhecido dos policiais militares, o que pode ter motivado sua intervenção na investigação da Polícia Civil.
— É um fato, sob todos os aspectos, lamentável. Não queremos que isso gere qualquer atrito institucional, mas, infelizmente, ocorreu o incidente — declarou o chefe da Civil, Ranolfo Vieira Junior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Edição histórica de 45 anos do Festival começa hoje

A partir das 17h, a edição histórica do 45º Festival de Cinema de Gramado estará oficialmente aberta. A cerimônia de abertura acontece na...